Entomologia UFV seleciona dois bolsistas para pós-doutorado

_DSC8002

A Entomologia UFV está selecionando dois candidatos para pós-doutorado, com bolsas financiadas pela CAPES, através do Programa Nacional de Pós-Doutoramento (PNPD). Os interessados devem se inscrever por e-mail, no período de 13 a 27 de agosto de 2019.

 Para saber mais, leia o Edital 02/2019 de Seleção de Bolsista PNPD/Capes

Integrantes do PPG em Entomologia da UFV participam do 4° Festival da Terra, em Mariana

Foto 1

Foto 2Com o objetivo de difundir o conhecimento sobre agroecologia, a pesquisadora Madelaine Venzon e as estudantes do PPG em Entomologia da UFV, Elem Fialho Martins, Jéssica Mayara Coffler Botti e Thais Coffler, participaram do 4° Festival da Terra, realizado na cidade de Mariana (MG), no dia 21 de julho. A equipe de Viçosa montou uma Estação Agroecológica onde divulgou trabalhos sobre agroecologia e agricultura orgânica, distribuiu sementes, mudas e publicações técnicas, interagiu com as crianças e apresentou insetos benéficos utilizados no controle biológico de pragas.

A Estação Agroecológica foi montada pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), como parte das atividades do projeto “Popularização do Conhecimento Técnico, Científico e Tradicional de Práticas Agroecológicas”, financiado pelo CNPq e coordenado pela pesquisadora da Epamig Sudeste e orientadora do PPG em Entomologia da UFV, Madelaine Venzon.

Com o tema “Bença! Um abraço agroecológico a Mariana”, o 4° Festival da Terra foi promovido pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e contou com a participação de aproximadamente 500 pessoas, de diferentes faixas etárias, que circularam pela Praça Gomes Freire, em Mariana, na manhã de domingo, dia 21 de julho.

Foto 3

Contagem regressiva para a 1ª Corrida Entomológica da SEB

1ª Corrida Entomológica da SEB

Inspirada nas iniciativas de sucesso da UFV, a SEB (Sociedade Entomológica do Brasil) está organizando a sua 1ª Corrida Entomológica, que será realizada no dia 12 de agosto, na cidade de Londrina (PR), durante o 16º Siconbiol (Simpósio de Controle Biológico). Com o objetivo de divulgar cada vez mais a entomologia para além da comunidade científica, os organizadores esperam reunir 100 participantes, nas categorias feminino e masculino, para percursos de 4 Km e 6 Km.

A egressa do PPG em Entomologia da UFV Jaciara Gonçalves está participando ativamente da organização da corrida. Para ela, que atualmente faz doutorado na Universidade Federal do Paraná (UFPR), “realizar a corrida entomológica concomitante ao Siconbiol permite uma integração maior entre a sociedade e entomologistas de diversas partes do Brasil e do exterior. Além de divulgar a entomologia para um público que desconhece muito desse universo tão rico dos insetos”.

Todos os corredores que completarem o percurso receberão uma medalha personalizada. Durante a prova, os participantes terão seu tempo aferido por cronometragem eletrônica via chips, sendo que os três primeiros colocados serão premiados com troféus e dois ingressos para participarem da festa de confraternização do Siconbiol, que será no dia 13 de agosto. Ao final da corrida, terá exposição de insetos, show ao vivo com a banda “Amostra Grátis” e food trucks, para proporcionar aos participantes um agradável happy hour.

Além de Jaciara, a 1ª Corrida Entomológica da SEB está sendo organizada por outros estudantes de pós-graduação em Entomologia de instituições paranaenses, que realizam seus projetos na Embrapa Soja, sob a orientação do pesquisador Adeney de Freitas Bueno. A organização da corrida conta também com a participação de estudantes do PPG em Entomologia da UFV, sob a orientação do professor Eugenio Eduardo de Oliveira, que, por sua vez, tem a experiência de já ter organizado duas corridas entomológicas na UFV e foi um grande incentivador para que a SEB abraçasse também essa ideia.

A doutoranda da UFPR destaca: “Nas ações de divulgação da corrida, tanto nas mídias sociais, como presenciais, que fizemos na cidade, temos conseguido divulgar a entomologia. A logo da corrida que inclui o besouro-tigre, conhecido pela sua velocidade em se deslocar, atrai pessoas que muitas vezes nem sabem o significado da palavra entomologia. Assim, consideramos que já estamos cumprindo parte do nosso objetivo somente com a divulgação do evento”.

Vale destacar que apesar de ser concomitante ao 16º Siconbiol, qualquer pessoa pode se inscrever na 1ª Corrida Entomológica da SEB. Mas os inscritos no Simpósio de Controle Biológico têm descontos especiais. Se você também não quer perder essa oportunidade que reúne divulgação científica e prática esportiva, vá correndo fazer a sua inscrição. Acesse www.sympla.com.br/1-corrida-entomologica-da-seb__547873 e inscreva-se.

Próximas defesas de tese e dissertação

Acervo Museu
Discente: Ítalo dos Santos Faria Marcossi
Orientador: Angelo Pallini
Título da dissertação: Pollen as Alternative Food and Cannibal Behaviour in the Predatory Mite Amblyseius herbicolus (Acari: Phytoseiidae)
Dia: 23/07/2019 (terça-feira)
Horário: 14h
Local: Sala de reuniões da Entomologia
_______________________________
Discente: Álvaro Henrique Costa
Orientadora: Madelaine Venzon
Título da dissertação: Identificação e controle microbiano de ortópteros pragas da bananeira
Dia: 24/07/2019 (quarta-feira)
Horário: 14h
Local: Auditório da Epamig
_______________________________
Discente: Lírio Cosme Júnior
Título da tese: Tropical wood species, the west indian drywood termite, and the insect world
Dia: 26/07/2019 (sexta-feira)
Horário: 9h
Local: Sala de reuniões da Entomologia
_______________________________
Discente: Paulo Henrique Rezende
Orientador: José Lino Neto
Título da dissertação: Identificação e controle microbiano de ortópteros pragas da bananeira
Dia: 29/07/2019 (segunda-feira)
Horário: 08h30min
Local: Sala 210 do Edifício Chotaro Shimoya (Prédio da Biologia Geral)
_______________________________
Discente: Marcondes Andrade Dias
Orientador: Eraldo Rodrigues Lima
Título da dissertação: Você é o que você come: uma análise química tritrófica no sistema Azteca-Cecropia-Chaetothyriales
Dia: 02/08/2019 (sexta-feira)
Horário: 08h30min
Local: Sala de reuniões da Entomologia

Crianças de três e quatro anos veem os insetos na perspectiva de quem se dedica a estudá-los

1

Olhos e ouvidos atentos para não perder nenhum detalhe. Afinal, os insetos são encantadores até para quem se dedica a estudá-los todos os dias, durante anos, imagine só para quem entra em contato com eles pela primeira vez! No dia 11 de julho, um grupo de 25 alunos do Colégio Passo a Passo, de três e quatro anos de idade, teve a oportunidade de ver os insetos na perspectiva de quem se dedica a estudá-los.

2Em visita ao Departamento de Entomologia, os pequeninos exploraram uma exposição de caixas entomológicas temáticas, que fazem parte da avaliação dos estudantes que cursam a disciplina de identificação de insetos. Também viram insetos aquáticos, como baratas d’água, besouros e ninfas de libélulas. Além disso, com o auxílio de insetos de pelúcia, membros do PPG em Entomologia explicaram aos pequenos, o que é um inseto e quais são as suas características. E como será que eles reagiram a tudo isso? “A reação deles foi de admiração, empolgação e curiosidade ao longo de toda a visitação. Eles ficaram admirados com todas as caixas, foram 10 ao todo, mas acho que a dos besouros foi uma das que mais os impressionou.  O aquário também foi incrível.  Ver os insetos vivos, e dentro da água, foi sem dúvida uma experiência inédita para eles” – destaca o professor Frederico Falcão Salles, responsável por recepcionar os pequenos visitantes.

Curador do Museu de Entomologia da UFV desde a aposentadoria do professor Paulo Sérgio Fiuza, em 2018, o professor Frederico avalia que a promoção de visitas como essa é uma das atividades mais importantes que deve ser desempenhada por um museu. “É uma experiência única para as crianças, que claramente desperta ainda mais a curiosidade. No nosso caso, ajuda a desmitificar os insetos, a chamar a atenção para a importância deles e, ainda, promove um contato saudável com o meio científico, que é ótimo para elas e também para nós pesquisadores”.

Mesmo desejando que essas visitas se tornem cada vez mais frequentes, o professor Frederico esclarece que “apesar do nome, Museu de Entomologia, somos de fato uma coleção científica e não possuímos um espaço exclusivo para visitações”.  Mas dentro de suas possibilidades, o Museu vem desenvolvendo ações para que o seu acervo seja explorado por mais pessoas: “Em parceria com o Departamento de Entomologia, estamos exibindo caixas entomológicas no hall de entrada do prédio, espaço que se mostrou bastante adequado para o número de crianças que recebemos desta vez.  Além da exposição com as caixas temáticas que permanecerá no hall, em breve, vamos começar a elaborar e promover mais atividades no museu.  Parte destas atividades estará atrelada ao projeto de doutorado de uma aluna que ingressará no PPG em Entomologia neste segundo semestre e que trabalhará, justamente, visando integrar entomologia e educação”.

Estruturado na década de 1970, por iniciativa do professor Paulo Sergio Fiuza Ferreira, o Museu de Entomologia guarda uma coleção científica com mais de 100 mil exemplares de diferentes ordens de insetos. Para quem, assim como os alunos do Colégio Passo a Passo, deseja conhecer essa coleção científica, basta entrar em contato diretamente com o professor Frederico, pelo telefone 3612-5303 ou pelo e-mail frederico.salles@ufv.br.