Pesquisadores da Entomologia publicam artigo de opinião na revista Brain, Behavior, and Immunity

Rainha

Atendendo ao convite da revista Brain, Behavior, and Immunity, integrantes do Laboratório de Mirmecologia da UFV, sob a coordenação da professora Terezinha Maria Castro Della Lucia, publicaram neste mês de outubro o artigo “Sociability, parasitism and immunity”. Com a autoria da doutoranda Karina Dias Amaral e coautoria da pós-doutora Lailla Cristina Gandra e do professor da Universidade Federal do Tocantins Danival José de Souza, egresso da Entomologia UFV, o trabalho foi publicado no modelo de ponto de vista.

O convite da Brain, Behavior, and Immunity para que os autores escrevessem esse artigo foi feito após a submissão de um trabalho anterior à revista, sobre comportamento de defesa da parasita social Acromyrmex amelie, espécie descrita em 2007. Após avaliar esse trabalho, o editor da Brain, Behavior, and Immunity propôs aos autores a escrita de um ponto de vista sobre parasitismo social e imunidade nessas espécies de formigas.

A doutoranda Karina Amaral avalia que esse tema é bem interessante. Ela explica como se dá essa relação em algumas espécies das formigas-cortadeiras do gênero Acromyrmex: “O parasitismo social ocorre quando uma espécie de formiga depende do cuidado de outra para sua sobrevivência e reprodução. As parasitas sociais conseguem se infiltrar e se estabelecer nas colônias hospedeiras sem serem reconhecidas como invasoras porque suas rainhas produzem substâncias químicas que reduzem a agressividade das operárias que defendem a colônia, ao mesmo tempo em que atraem aquelas envolvidas no cuidado das rainhas, garantindo, portanto, a invasão e a permanência da parasita no ninho hospedeiro. O estudo do impacto dessa relação sobre a imunidade dos indivíduos e da colônia é um tema ainda pouco estudado e pode contribuir para a melhor compreensão dos custos da imunidade e a evolução do comportamento social em insetos”.

 Leia o artigo “Sociability, parasitism and immunity

Seminário do dia 17 de outubro

_DSC4673
Seminário: Este fungo não é legal!
Discente: Johan Sebastian Perez Campos
Dia: 17/10/2019
Horário: 16:30
Local: auditório do Bioagro

Orientadores da Entomologia integram delegação da UFV em visita à China

UFV China

Com o “objetivo de incrementar a cooperação com instituições no país que é o maior parceiro comercial do Brasil”, uma delegação da UFV visitou recentemente a China, desenvolvendo atividades no âmbito do Programa de Internacionalização PrInt-UFV. Os professores da Entomologia Raul Narciso Carvalho Guedes, atual pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, e Angelo Pallini, membro do Comitê Gestor do PrInt UFV, integraram a delegação da UFV juntamente com os professores Hilario Mantovani (Departamento de Microbiologia), Luiz Orlando de Oliveira (Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular), Francisco Murilo Zerbini (Departamento de Fitopatologia) e Vladimir Di Iorio, diretor de Relações Internacionais.

UFV China 2

Entre os dias 17 a 30 de setembro, a delegação da UFV esteve em quatro cidades chinesas e visitou seis universidades e dois centros de pesquisa: Zhejiang Agriculture & Forestry University, Zhejiang University, Nanjing Agricultural University, Nanjing University, Hunan Agricultural University, Institute of Subtropical Agriculture, Southwest University e Citrus Research Institute. De acordo com a Diretoria de Relações Internacionais, “em geral, nos encontros com as instituições chinesas, foram discutidas possibilidades de pesquisa conjunta com a UFV, intercâmbio de pesquisadores e estudantes de pós-graduação, dupla titulação para mestrado e doutorado. Para graduação, foram identificadas oportunidades de intercâmbio e participação de estudantes chineses no Brazilian Agribusiness Program, programa internacional que será iniciado na UFV em 2020. O intercâmbio cultural também foi tema das discussões, podendo resultar em incremento do ensino de língua e cultura chinesa na UFV e envio de representantes da UFV para ensino de língua e cultura brasileira na China, e estudos relacionados a essas áreas”.

Fonte: Diretoria de Relações Internacionais da UFV

UFV China 1

Nova orientadora da Entomologia UFV é autora de um dos artigos mais acessados em 2018 na área de Ecologia

2 Maria Augusta

A professora Maria Augusta Lima, do Departamento de Biologia Animal da UFV, acaba de ser credenciada como orientadora do PPG em Entomologia. Recentemente, ela recebeu o selo Top 100 in Ecology 2018, como autora de um dos artigos mais acessados no Scientific Reports, periódico do grupo Nature. Na Entomologia UFV, ela pretende orientar pesquisas com Hymenoptera, usando principalmente abelhas e vespas eussociais como modelos de estudo. “O meu principal interesse é investigar como agentes poluentes podem prejudicar esses insetos. Também pretendo desenvolver pesquisas sobre a ecologia e o comportamento desses animais”.

Embora o credenciamento como orientadora seja recente, a relação com a Entomologia UFV é de longa data. “Fui aluna de mestrado e de doutorado do programa, entre 2002 e 2008. Participei da organização do I Simpósio de Entomologia da UFV, que hoje é um evento internacional. Ministro uma disciplina de pós-graduação denominada Insetos Sociais, que tem como principal público estudantes do curso. Atualmente, cooriento estudantes e tenho parcerias com diversos pesquisadores do Programa. Alguns dos meus ex-estudantes de iniciação científica e mestrado também ingressaram no Programa. Portanto, me pareceu natural que eu solicitasse credenciamento, para auxiliar na formação de uma nova geração de entomologistas”.

Nesta nova fase como orientadora do PPG em Entomologia, a professora Maria Augusta espera “contribuir para que o curso continue sendo reconhecido como um programa de pós-graduação de excelência no Brasil. Para isso, pretendo orientar estudantes que estejam realmente empenhados em fazer pesquisas de qualidade e que auxiliem no desenvolvimento científico e tecnológico do país”.

1 Maria AugustaPor sinal, um desejo genuíno para uma pesquisadora que até já teve um trabalho de sua autoria entre os mais acessados do mundo em uma revista do grupo Nature. O artigo “Extremely Low Frequency Electromagnetic Fields Impair the Cognitiv and Motor Abilities of Honey Bees” foi o 35º mais acessado em 2018 na área de Ecologia. De acordo com a autora, “esse estudo demonstrou, pela primeira vez, que radiações eletromagnéticas emitidas por torres de transmissão de energia elétrica prejudicam as abelhas melíferas, que são os principais polinizadores do mundo. A exposição a esses campos reduziu a capacidade de voo e a memória das abelhas, o que pode reduzir a capacidade delas de polinizarem diversas plantas. Consequentemente, a proximidade das abelhas a torres, linha de transmissão e outras fontes de radiação eletromagnética pode reduzir localmente a produção de alimentos e a reprodução de plantas nativas”.

Dada a relevância e o alcance desse estudo, a pesquisadora recebeu o selo Top 100 in Ecology 2018, emitido pela revista Scientific Reports. Para ela, ter recebido esse reconhecimento “foi uma honra e alegria imensas! Esse prêmio demonstra que trabalhos desenvolvidos em parceria com outras instituições e com financiamento adequados podem contribuir de fato para a ciência e tecnologia nacional e global”. Vale destacar que esse trabalho é fruto de um projeto desenvolvido por professores da UFV, dentre eles o professor da Entomologia Eugênio Eduardo Oliveira, que também recebeu o selo Top 100 in Ecology 2018, em parceria com pesquisadores da University of Southampton (Inglaterra).

Se você ficou interessado pela linha de pesquisa desenvolvida pela nova orientadora da Entomologia UFV, entre em contato com a professora Maria Augusta pelo e-mail maugusta@ufv.br . Quem sabe num futuro bem próximo, ela venha a ser sua orientadora e você integre o corpo discente do PPG em Entomologia da UFV, avaliado pela Capes com Conceito 7. Lembrando que o Processo Seletivo 2020 estará com inscrições abertas até o dia 21 de outubro de 2019. Aproveite e leia os critérios para a seleção de candidatos

Seminários do dia 10 de outubro

_DSC8720

Nesta quinta-feira, dia 10, no auditório do Bioagro, serão apresentados dois seminários:

Às 16h30min

Seminário: Dê asas ao amor: a evolução da cópula em insetos

Discente: Thayna da Silva Raymundo

Artigo: The evolution of asymmetric genitalia in spiders and insects

Às 17h00min

Seminário: O cheiro da morte

Discente: Otávio Luiz Fernandes

Artigo: A death pheromone, oleic acid, triggers hygiene behavior in honey bees (Apis mellifera L.)