Estudo detecta Drosophila suzukii em plantação de morango no estado de Minas Gerais

Fruto de morango com dano de D .suzukii no campo em  Erva lia - MG

Uma pesquisa desenvolvida por integrantes do PPG em Entomologia em parceria com membros da empresa Econtrole confirmou a presença de Drosophila suzukii (Matsumura) (Diptera: Drosophilidae) em uma produção orgânica de morangos no município de Ervália, no estado de Minas Gerais. O estudo intitulado “Drosophila suzukii (Diptera: Drosophilidae) arrives at Minas Gerais State, a main strawberry production region in Brazil”, de autoria do mestrando em Entomologia, Felipe Andreazza, em coautoria com Khalid Haddi, Eugenio E. Oliveira e João Alfredo M. Ferreira, foi publicado pela Florida Entomologist, no mês de outubro.

D. suzukii femea, seta indica ovipositor caracteristico  da espe cieA mosca D. suzukii, também conhecida como drosófila-de-asa-manchada, foi detectada pela primeira vez no Brasil em 2013, nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. “Desde sua invasão no Brasil, já há registro dessa praga atacando frutos de morango (Fragaria ananassa), goiaba (Psidium guajava) e também frutos nativos, como o araçá (Psidium cattleyanum) e a pitanga (Eugenia uniflora). Anteriormente, no entanto, grandes danos e perdas econômicas no Brasil foram relatados apenas na produção de morangos no estado do Rio Grande do Sul. Além dos estados do sul, recentemente a mosca D. suzukii já foi relatada também nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás. Contudo, essas moscas foram encontradas em armadilhas ou frutos coletados em áreas não agrícolas, sendo que em São Paulo o registro ocorreu em frutos comercializados em mercados da capital, provenientes de Santa Catarina” – destaca o pesquisador João Alfredo M. Ferreira, um dos autores da pesquisa.

D. suzukii femea sobre morango  no campo em Erva lia -  MGAté o início deste ano não se tinha registros de D. suzukii em Minas Gerais. Mas no mês de março, indivíduos da espécie nativa da Ásia foram identificados no estado de Minas Gerais. João avalia que “a chegada de D. suzukii às Minas Gerais, que fica a aproximadamente 1.500 km ao norte do seu primeiro local de registro, deve alertar os produtores, a comunidade científica e autoridades, já que essa região é uma das principais produtoras de morangos do Brasil e agora está suscetível a aumentos nas perdas da produção causadas por essa espécie invasora”.

João, que é sócio da Econtrole, empresa de controle biológico, afirma que eles vêm realizando diversas pesquisas visando encontrar novas alternativas e agentes de controle agroecológico de pragas e seus possíveis usos comerciais na agricultura. Nesse sentido, ele avalia que “a falta de ferramentas de manejo efetivas para D. suzukii, além do controle químico tradicional, torna essa praga um importante objeto de estudo na busca de alternativas para o seu controle em sistemas orgânicos ou sem o uso de agrotóxicos”.

Fotos: Felipe Andreazza

2 Comments on “Estudo detecta Drosophila suzukii em plantação de morango no estado de Minas Gerais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>