Pequenos visitantes se surpreendem com a grandeza dos insetos na Entomologia

_DSC2815

Alunos da escola Coeducar conheceram de perto sobre o mundo dos insetos, durante a visita que fizeram à Entomologia UFV, no dia 6 de abril. Um momento repleto de alegria e de muitas surpresas para os pequenos visitantes. “A descoberta da rainha é o que chama mais a atenção das crianças, devido ao seu tamanho mais pronunciado. Geralmente, as crianças esperam que todas as formigas sejam bem pequenas e o tamanho das rainhas (tanajuras) sempre surpreende” – conta a doutoranda Lailla Gandra, uma das responsáveis por receber os pequeninos no Insetário.

_DSC2746

A visita começou pelo Insetário, no Laboratório de Mirmecologia, onde as crianças puderam conhecer as colônias de formigas cortadeiras e os indivíduos que dela fazem parte. Conheceram a plantação de onde são retirados os recursos para a manutenção da colônia. Depois, seguiram para o Hall da Entomologia, onde descobriram outras curiosidades e, por fim, foram à casa de vegetação, onde se encantaram com a transformação de lagartas em borboletas.

_DSC2965

No Hall da Entomologia, as crianças foram recepcionadas pelos doutorandos Morgana Fonseca, Marcus Duarte e Marcos Mattos, que prepararam uma pequena mostra aos visitantes. Os integrantes do Laboratório de Acaralogia mostraram como ocorrem herbivoria e predação. Morgana descreve: “Mostramos folhas sadias e atacadas por ácaros para que eles vissem a diferença entre elas. As sadias pareciam ‘felizes’, estavam verdinhas. As atacadas pareciam tristes e doentes’. Usamos folhas de lichia infestadas pelo ácaro da lichia, que causa galhas na folha, deixando-a marrom, parecendo aveludada. Também mostramos folhas de feijão de porco infestadas pelo ácaro rajado, que deixa a folha cheia de pontinhos brancos, pretos e meio amarelada” .

_DSC2796

As crianças também viram seres minúsculos ampliados pela lupa. Isso aguçou a curiosidade deles. Morgana conta que “eles viram folhas de feijão de porco sendo atacadas pelo ácaro rajado e esse sendo atacado pelo seu predador. Falamos para eles que o bichinho que come a folha quase não se mexe, anda devagarzinho, e que o predador já é mais agitado, é maior, porque tem que caçar o outro. Essa parte foi a que eles mais gostaram porque conseguiram ver direito bichinhos que pareciam pontinhos a olho nu. Também viram os ovos deles, os filhotinhos (formas jovens), como se comportam e que parecem com aranhas bem pequenas”. Os visitantes ainda puderam observar caixas entomológicas de borboleta, barata, bicho pau, grilos, besouros e percevejos.

Durante a visita, cujo objetivo foi “vivenciar e ampliar experiência e conhecimento”, os pequenos foram acompanhados por integrantes da equipe da Coeducar: a coordenadora Jaqueline Sant´Anna, a professora Jéssica e as estagiárias Alícia e Isabela.

Confira mais momentos dessa visita especial:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>