IV Insetos em Cena difunde conhecimento entomológico para crianças do bairro de Posses

1

Nem sempre levar as crianças logo cedo para a escola em dias de semana é tarefa fácil. Imagine só, em pleno sábado! Mas nem mesmo o friozinho que costuma fazer em Viçosa (MG) nesta época do ano impediu que as crianças do bairro de Posses fossem para a Escola Municipal Dr. José Antônio Pacheco, no último sábado, aproveitar uma manhã repleta de conhecimento e brincadeiras. No dia 29 de junho, foi realizado o IV Insetos em Cena, mostra científica que busca despertar o interesse das pessoas em geral pela ciência e promover a troca de saberes entre a academia e a população viçosense.

Organizado pelos alunos da disciplina ENT 662 – Fisiologia de Insetos, sob a orientação do professor Eugenio Eduardo de Oliveira, com participação de vários laboratórios do Departamento de Entomologia, o IV Insetos em Cena abordou através de jogos, brincadeiras e materiais vivos, os temas: Desenvolvimento dos Insetos, Controle Biológico, Olimpíadas dos Insetos, Atividades Lúdicas de Prevenção à Dengue e Formas de Alimentação dos Insetos.

IMG-20190701-WA0102  Gratidão

A doutoranda Mayara Loss Franzin participou pelo segundo ano consecutivo do Insetos em Cena. No ano passado, enquanto aluna da ENT 662. Neste ano, como voluntária, integrante da equipe do projeto Popularização do Conhecimento Técnico, Científico e Tradicional de Práticas Agroecológicas, coordenado pela pesquisadora Madelaine Venzon. A estação que Mayara participou abordou a importância do controle biológico, diferenciando insetos pragas de predadores e parasitoides, o equilíbrio do ecossistema, e realizou um “Passe ou Repasse”, com perguntas sobre o tema da estação. De acordo com a doutoranda, “a equipe vencedora ganhou brindes e todos os demais participantes ganharam doces. Nós distribuímos kits com material escolar básico para todas as crianças da escola, confeccionados numa parceria do projeto Popularização do Conhecimento com o Laboratório de Acarologia, coordenado pelo professor Angelo Pallini. Foi muito gratificante ver a felicidade das crianças durante o evento, seja durante as dinâmicas ou recebendo os kits. Uma experiência fantástica para nós”.

A mestranda Carolina Tavares Duarte Godoi, que neste semestre cursou a disciplina ENT 662, também compartilha do mesmo sentimento: “Nós, como pesquisadores, estamos acostumados a ficar restritos aos laboratórios e departamento, mas atividades como essa reforçam o nosso dever acadêmico de difundir o conhecimento para diversos nichos da comunidade, e não apenas para a comunidade cientifica através de publicações. Espero que os próximos estudantes da disciplina continuem organizando o evento com entusiasmo e carinho, e que cada vez mais pessoas participem dele, seja como visitante ou como expositor, de forma a torná-lo ainda maior”. Para Carolina, “o Insetos em Cena foi uma surpresa boa que a disciplina de Fisiologia de Insetos nos deu. Organizar um evento não é uma tarefa fácil, mas foi extremamente gratificante levar atividades cheias de informação e educação, de uma forma tão leve, para uma região da cidade que muitas vezes é negligenciada por eventos educacionais”.

 Conhecimento além da academia

A mestranda Daiane das Graças do Carmo também avalia que ”a experiência de levar conhecimento sobre o mundo dos insetos para os alunos e pais da Escola Dr. José Antônio Pacheco foi muito gratificante. Principalmente as crianças não tinham muito contato com o mundo dos insetos, e foi perceptível o entusiasmo delas. Todos os grupos desenvolveram atividades muito interessantes, dentre eles podemos destacar o combate ao mosquito Aedes aegypti, que é uma preocupação da cidade no momento. Além disso, foi abordado a locomoção dos insetos, que prendeu a atenção das pessoas com a animada corrida de baratas.”

Participante do grupo “Atividades lúdicas de prevenção à Dengue”, a mestranda Jéssica Letícia Abreu Martins conta que eles compartilharam informações sobre “os cuidados para se evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, bem como as etapas do seu ciclo de vida.  As crianças puderam observar os insetos não infectados em todos os estágios de vida (ovo, larva, pupa e adultos), provenientes das criações do Departamento de Entomologia. Após uma breve explicação, as crianças participaram de um jogo denominado ‘Corrida Contra a Dengue’, no qual a cada resposta certa, eles avançavam uma casa, e o time que chegasse primeiro ao final do tabuleiro ganhava brindes”.

Jéssica destaca que “a oportunidade de levar conhecimento e trocar experiências com pessoas além da UFV foi, no mínimo, enriquecedora. O bairro onde realizamos o Insetos em Cena não recebia atividades educacionais por parte de outras instituições, principalmente pelo fato de se tratar de uma região afastada da cidade. As crianças ali presentes se mostraram muito curiosas e ativamente envolvidas em todas as atividades propostas, e perceber o interesse delas em entender o mundo dos insetos e interagirem conosco foi gratificante. Organizamos o evento com o intuito de nos aproximarmos da comunidade e saímos de lá não somente com a sensação de dever cumprido, mas também com o coração repleto de alegria após recebermos tantas demonstrações de afeto e gratidão por parte das crianças ali presentes”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>