Em iniciativa inédita, estudantes da UFV criam a primeira Empresa Júnior de Entomologia

32

Aliando duas áreas de interesse, entomologia e empreendedorismo, estudantes de agronomia, veterinária, biologia, engenharia agrícola e agronegócio constituíram em 2017, a EJEnt – Empresa Júnior de Entomologia. A iniciativa pioneira na área, atualmente conta com 24 estudantes de seis diferentes cursos de graduação. Além de muita disposição, esses estudantes têm em comum o desejo de vivenciar na prática uma experiência empresarial especializada na área que estuda os insetos. Nenhuma das empresas juniores existentes até então na UFV atendia esse anseio, por isso a solução foi criar uma. Assim, em 2017, nascia a EJEnt, empresa júnior que oferece serviços de assessoria e consultoria na área de entomologia agrícola, entomologia florestal, apicultura, meliponicultura e entomologia urbana.

 Desafios

O estudante de agronomia Pedro Hermano Marques Gonçalves Nascimento foi o presidente fundador da EJEnt e garante: “Participar da primeira gestão desse grupo foi uma experiência muito construtiva e desafiadora. A vivência dessa ‘realidade empreendedora’ me ajudou a crescer. Além de possibilitar um aprofundamento na área entomológica, participar da EJEnt foi uma oportunidade de conhecer um pouco da dinâmica empresarial (mesmo que de forma júnior), desenvolver habilidades de socialização e de conhecer pessoas diferentes da sua área”.

Como é comum no início de negócios inovadores, o primeiro ano da EJEnt foi marcado por muita expectativa e também por desafios. “No primeiro ano de gestão, alguns dos principais desafios enfrentados foram: a legalização da instituição, o desenvolvimento da identidade e a arrecadação de projetos. Uma parte dos desafios nós solucionamos no mesmo período e outros, ainda estão sendo trabalhados” – revela o presidente fundador.

Contribuir para superar esses desafios faz parte das atribuições do também estudante de agronomia Gabriel Silva Braga. Atual presidente da EJEnt, Gabriel destaca: “Ao ser convidado para trabalhar na fundação da empresa, me senti desafiado a desenvolver algo jamais visto no mundo, uma empresa júnior especializada em entomologia. Em função disso, aproveitei a oportunidade para unir duas paixões, entomologia e empreendedorismo”.

13  Vantagens

Trabalhando com um portfólio que engloba vários serviços, a EJEnt apresenta vantagens em relação às empresas convencionais. Ao contratar uma empresa júnior, o cliente tem a seu favor: “preço abaixo do valor de mercado se comparado a empresas convencionais; profissionais de diversas áreas atuando pelo melhor do projeto; intenções voltadas totalmente ao cliente, uma vez que não visamos lucros; e extremo controle de qualidade e confiabilidade nos serviços prestados, tendo em vista que somos orientados pelo melhor corpo docente de entomologia do país” – garante Gabriel.

O professor Eugenio Eduardo de Oliveira integra esse corpo docente e abraçou desde o início a ideia de se criar uma empresa júnior de entomologia. Orgulhoso, o professor conta: “Essa demanda partiu de algumas estudantes de iniciação científica que trabalhavam nos nossos laboratórios. Em 2017, elas me externaram que desejavam ter essa experiência empresarial, mas as empresas juniores dos cursos tradicionais, como agronomia, biologia, engenharia florestal e ciências biológicas, não tinham a entomologia como foco principal. Elas comentaram isso num final de tarde, e na manhã seguinte, numa dessas coincidências da vida, em uma reunião da Câmara de Ensino do Centro de Ciências Biológicas, nos foi apresentado o sistema de empresas juniores. Eles informaram que não era preciso um curso de graduação para se criar uma empresa júnior. Nesse mesmo dia, me reuni com as estudantes, e semanas depois os alunos que atuavam nos laboratórios do Departamento de Entomologia da UFV estavam se reunindo pela primeira vez para construir a EJEnt. Depois dessa reunião inicial, eles tomaram as rédeas e empreenderam para angariar todos os custos e burocracias necessárias para a construção e regulamentação da mesma”.

22  Primeiros passos

Todo o esforço empreendido até aqui já tem dado resultados. A EJEnt cumpriu toda a burocracia necessária e está legalmente constituída. Além disso, a empresa júnior assinou recentemente o seu primeiro contrato. A EJEnt será responsável pela cobertura da I Corrida Entomológica da SEB (Sociedade Entomologica Brasileira), que acontecerá em agosto, na cidade de Londrina (PR), durante o Siconbiol (Simpósio de Controle Biológico).

E esse é só o começo. Para os estudantes que, assim como o Pedro Hermano e o Gabriel Silva, desejam participar dessa iniciativa pioneira, a EJEnt está aberta à colaboração de membros de qualquer curso da universidade, seja ele relacionado à área de entomologia ou não. Estudantes de administração, contabilidade, comunicação social e outros são bem-vindos. “Essa pluralidade de cursos gera uma rede de contatos e conhecimento jamais visto antes dentro do Movimento Empresa Júnior (MEJ). Esse network permite a qualidade inquestionável dentro dos diversos serviços prestados pela empresa” – atesta o atual presidente da EJEnt.

Para quem deseja contratar os serviços da empresa júnior, basta entrar em contato com a equipe pelo e-mail ejentufv@gmail.com ou pelo telefone (31) 99635-7726.

2 Comments on “Em iniciativa inédita, estudantes da UFV criam a primeira Empresa Júnior de Entomologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>