Pesquisadores propõem nova abordagem para controle do Aedes aegypti

Harry Robert e Simon (2)

No artigo intitulado “Entomopathogenic fungi and their potential for the management of Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) in the Americas“, publicado na revista Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, periódico com o maior fator de impacto na América Latina (IF= 2.6), os professores da UFV Robert Barreto e Sam Elliot e o pesquisador emérito do CABI (Reino Unido)  Harry Evans, visitante dos departamentos de Entomologia e Fitopatologia, propõem a adoção de controle biológico clássico, como estratégia para controle do Aedes aegypti. Os autores sugerem que se faça uma busca por inimigos naturais do Aedes aegypti - particularmente por fungos parasitas – em ecossistemas de Senegal, principal país de onde se originam as populações invasoras das Américas. A expectativa é que essa busca revele agentes de controle biológico com potencial para serem liberados no Brasil e em outros países da América invadidos por Aedes aegypti, para um manejo sustentável e de longo prazo. A matéria completa está disponível no Portal da UFV .

Vale destacar que o pesquisador Harry Evans é referência mundial em utilização de fungos para controle biológico e parceiro científico de longa data dos professores da UFV. Saiba mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>