O Museu Regional de Entomologia visto além da sua coleção científica

Acervo Museu

Frequentemente utilizado para fornecer dados para pesquisas científicas, desta vez, o Museu Regional de Entomologia foi o próprio objeto de estudo de uma pesquisa interdisciplinar, envolvendo história e entomologia, desenvolvida pela secretária do PPG em Entomologia Eliane de Castro Silva. Durante o seu mestrado profissional, visando a sua qualificação e o desenvolvimento do seu local de trabalho, Eliane lançou um olhar profundo sobre o Museu, vendo além do seu acervo, mas enxergando-o como uma instituição museológica.

Eliane, que acaba de receber o título de mestre em Patrimônio Cultural, Paisagens e Cidadania, pela UFV em parceria com a Universidade de Évora, avalia que “como servidora da UFV, atuando no Programa de Pós-Graduação em Entomologia, esse trabalho oportunizou realizar uma investigação mais aprofundada a respeito do Museu Regional de Entomologia. Essa pesquisa serviu como fonte de conhecimento e aprendizado, bem como instrumento de motivação individual e coletivo, para a prática da cidadania e o estabelecimento de um diálogo enriquecedor entre diferentes áreas de conhecimento e entre a sociedade e a comunidade científica”.

Defesa Elaine Castro SilvaEliane de Castro Silva (à esquerda) e os membros da sua banca de defesa de dissertação, realizada no dia 16 de agosto.

Estruturado na década de 1970, por iniciativa do professor Paulo Sergio Fiuza Ferreira, o Museu Regional de Entomologia guarda uma coleção científica com mais de 100 mil exemplares de diferentes ordens de insetos. Esse acervo dá suporte a atividades de pesquisa e ensino. Contudo, Eliane destaca que a sua estruturação ocorreu em um período anterior a muitas discussões e definições acerca do papel dos museus na sociedade. “Assim, realizamos um estudo dos aspectos funcionais e operacionais do Museu Regional de Entomologia, apontando seus pontos fracos e levantando seus pontos fortes de atuação, e apresentamos um plano de direção para melhor atuação e desempenho desse espaço, propondo uma ação para torná-lo de fato uma instituição museal” – destaca.

Os resultados desse estudo foram apresentados pela secretária do PPG em Entomologia no dia 16 de agosto. A banca de defesa da dissertação “Museu Regional de Entomologia da Universidade Federal de Viçosa: uma proposta de institucionalização” contou com a participação de membros dos Departamentos de História e Entomologia da UFV e da Universidade de Évora, em Portugal.

 Conheça um pouco mais sobre a história do Museu Regional de Entomologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>