Executivos de multinacional holandesa visitam a Entomologia

Visita Koppert_Entomologia UFV

Buscando construir possíveis parcerias, dois executivos da empresa Koppert Biological Systems visitaram nesta semana, o Laboratório de Acaralogia e a Econtrole, empresa criada por egressos da Entomologia. “Estamos procurando parceiros. Nós precisamos um do outro, precisamos da pesquisa acadêmica e de discussões sobre a aplicabilidade da pesquisa. Pensamos que vocês são parceiros muito importantes e com certeza ambos vão ganhar com essa situação” – afirmam o diretor de pesquisa e desenvolvimento da Koppert, Tom Groot, e o gerente de produção, Peter Couwels, que visitaram o Departamento de Entomologia através de contatos estabelecidos com o professor da Universidade de Amsterdam, Arne Janssen, pesquisador colaborador da UFV.

Os representantes da multinacional destacam que “uma das vantagens da Koppert é a sua vasta rede de colaboração, que permite criar parcerias em qualquer situação, o que é muito importante para continuar inovando. Consideramo-nos líderes em inovação, e para ser isso, é muito importante ter bons relacionamentos com diversos parceiros: acadêmicos, instituições e líderes de indústrias”.

A expectativa deles são as melhores possíveis: “Estamos muito felizes por nos receberem e estávamos animados para essa visita, nossas expectativas foram superadas! Ficaremos surpresos se não houver colaborações futuras. Existem tantas oportunidades, teremos apenas que escolher as melhores. Existem muitas áreas em comum em que ambos podem se beneficiar”.

Aproveitando a visita dos holandeses, o PPG em Entomologia convidou o diretor de pesquisa e desenvolvimento da Koppert, Tom Groot, para apresentar um seminário sobre um tema dentro da sua área de atuação. Tom já é conhecido por aqui, pois ele fez doutorado sanduíche no Brasil há 12 anos. Na época, Tom passou nove meses na UFV sob a orientação do professor Angelo Pallini. Ele também passou período similar na Esalq.

Tom ministrou o seminário “Possibilites for biocontrol using predatory mites in South America”, na última terça-feira, dia 16. Na ocasião, ele apresentou exemplos de sucesso de controle biológico realizados pela Koppert em países como Espanha, Guatemala, Equador, Colômbia, Honduras e outros. Tom afirmou que o trabalho que a Koppert vem fazendo no Brasil é apenas o começo e indicou várias possibilidades ainda a serem desenvolvidas no país.

 Koppert no Brasil

A Koopert é uma empresa de origem holandesa, que atua na área de controle biológico e possui unidades em vários países, entre eles, o Brasil, cuja sede é em Piracicaba (SP). Nesta visita ao país, os membros da sede na Holanda estão investigando como a empresa pode integrar ainda mais as competências que hoje tem em todo o mundo, para desenvolver o mercado brasileiro.

Para eles, existem vários desafios e oportunidades para o crescimento da empresa no Brasil: “Nosso primeiro desafio é determinar as prioridades. A burocracia para importação e registro de produtos é um obstáculo importante. Outro desafio é a logística, o Brasil não é um país, é um continente. Como podemos fazer com que nossos produtos cheguem em bom estado para os produtores? Outra questão é: como podemos oferecer ganhos aos produtores? Existe apenas uma solução, que é o MIP (Manejo Integrado de Pragas). Temos que nos adaptar aos produtores e encontrar uma sinergia  entre nossos métodos. Precisamos educar os produtores  que já estão acostumados a usarem muitos químicos, para passarem a usar o MIP de forma correta, e isso exige uma outra forma de pensamento,  por exemplo,  levar em consideração quais são os químicos compatíveis com o controle biológico”.

Por fim, considerando a escala e a diversidade das culturas cultivadas no Brasil, eles indicam outro desafio a ser enfrentado: “Na parte da produção, pesquisa e tecnologia, será que nós teremos que nos reinventar? Porque a escala aqui será bem diferente. Prevemos muita diversão nos anos que estão por vir!”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>