Entomologia UFV participa de estudo sobre queijos brasileiros maturados na presença de ácaros

Em mais uma parceria com pesquisadores de outras instituições, a Entomologia UFV integra uma equipe que desenvolve pesquisas sobre queijos produzidos no Brasil, maturados na presença de ácaros. O estudo proposto pela doutoranda em Ciência de Alimentos Michelle de Medeiros Carvalho, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), conta com a participação de vários pesquisadores, entre eles o professor da UFV Eugênio Eduardo de Oliveira e o pesquisador André Luiz Matioli, egresso do PPG em Entomologia da UFV. O esforço da equipe multidisciplinar acaba de resultar em um novo trabalho científico, o artigo “Chemometric evaluation of the metabolites and volatile profiles of mite-ripened cheeses”, publicado no dia 2 de julho, no International Dairy Journal.

Com estudos conduzidos no município de Serro (MG), conhecido pela produção artesanal de queijos, inicialmente, os pesquisadores identificaram duas espécies de ácaros, Tyrophagus putrescentiae e Sancassania aff. feytaudi, presentes no queijo da região. Agora, no trabalho mais recente, eles demonstraram de forma pioneira o que esses ácaros causam: “os queijos maturados na presença de ácaros apresentaram uma quantidade maior de compostos aromáticos em comparação aos queijos maturados sem ácaros”. Como no Brasil a maturação de queijos na presença de ácaros não é uma prática comum e regulamentada, como ocorre em países europeus, como a Alemanha, por exemplo, onde se produz o queijo Milbenkäse, o estudo liderado pela doutoranda da UFSC traz uma nova possibilidade para os produtores brasileiros e indica a necessidade de se avaliar os riscos associados ao consumo desses queijos, bem como a legislação que envolve a sua produção.

Mas você pode estar se perguntando, como dois entomologistas podem contribuir com um estudo na área de Ciências de Alimentos. Pois bem, o professor Eugenio desenvolve estudos na área de agronomia e neurobiologia, além de ser fluente em alemão, idioma presente na literatura consultada. O professor da UFV fez doutorado pleno em Neurofisiologia, na Universität zu Köln, na Alemanha. Ele explica a sua atuação nessas pesquisas sobre queijos brasileiros maturados na presença de ácaros:  “As minhas contribuições são de cunho fisiológicos/toxicológicos/legislativos sempre usando os modelos de pesticidas agrícolas como modelo”. Já o pesquisador do Instituto Biológico de São Paulo, André Matioli, possui mestrado em Entomologia pela UFV e doutorado em Entomologia pela Universidade Estadual Paulista. André é especialista em taxonomia, biologia e controle biológico de ácaros de importância agrícola.

Compõem a equipe juntamente com os dois entomologistas e a doutoranda Michelle Carvalho, que é graduada em Ciência e Tecnologia de Laticínios pela UFV: o seu orientador Juliano De Dea Lindner (UFSC) e as professoras Célia Lúcia de Luces Fortes Ferreira (UFV) e Norma Machado (UFSC). Além do trabalho publicado recentemente no International Dairy Journal, em parceria com os pesquisadores da Embrapa Tropical Guilherme Zocolo e Elenilson Alves, a equipe interdisciplinar já havia publicado anteriormente dois artigos sobre a temática, na revista americana Journal of Stored Products Research: “Morphological and molecular characteristics of stored-product mites found on Brazilian ripened cheeses”, publicado em dezembro de 2018 e “Stored products mites in cheese ripening: Health aspects, technological and regulatory challenges in Brazil”, publicado em março de 2018.

Foto: Bruno Cabral

3 Comments on “Entomologia UFV participa de estudo sobre queijos brasileiros maturados na presença de ácaros

  1. Parabéns Michele Carvalho pelo trabalho e excelente contribuição para entendimento de ácaros em queijo artesanal do Brasil.
    A UFV sempre dando sua contribuição para melhoria da qualidade dos queijos artesanais brasileiros.

  2. Ótima ideia, sempre ficamos na dúvida sobre os ácaros, são nocivos ou não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *