Contagem regressiva para o IV Simpósio de Termitologia

UFV - Prédio Principal

Faltam apenas duas semanas para o IV Simpósio de Termitologia (SymTermes). O evento será realizado na UFV, de 7 a 10 de novembro e promete envolver as diversas áreas que utilizam cupins como modelo para estudos. Se você ainda não se inscreveu, ainda dá tempo, inclusive para submissão de trabalhos e participação em minicursos. O SymTermes contará com a participação de pesquisadores de vários países. Para se ter ideia, as conferências magistrais serão com pesquisadores da Austrália, Estados Unidos, França e México.

Entre os conferencistas estão:

  • Rebeca Rosengaus: professora associada da Northeastern University, de Boston (EUA). Editora-chefe da revista Ecological Entomology. Sua pesquisa busca compreender os fatores que podem ter influenciado na evolução da socialidade em insetos. Ela levantou a hipótese de que patógenos e/ou parasitas podem ter desempenhado importantes pressões seletivas que favoreceram a evolução de sociedades complexas de insetos.
  • Octavio Miramontes: filiado ao Departamento de Física e Centro de Ciências da Complexidade na Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM). Sua pesquisa se concentra nos fenômenos emergentes em sistemas vivos, utilizando como base a teoria de sistemas complexos. Os estudos sobre cupins do professor Miramontes revelaram o fenômeno de facilitação social e estratégias de exploração espacial altamente sofisticadas que são comuns à matéria não-viva.
  • Theodore Evans: filiado à Escola de Biologia Animal na University of Western Australia. Sua pesquisa tem enfoque na evolução e ecologia da socialidade (especialmente em insetos e aranhas), abordando as seguintes questões: como as baratas solitárias se desenvolveram em cupins sociais? O que levou a diversificação subsequente de cupins em vários nichos? Como coexistem tantas espécies com necessidades semelhantes? E como os cupins afetam o crescimento das plantas através de seus papéis como engenheiros de ecossistemas?
  • David Sillam-Dussès: filiado ao Laboratoire d’Ethologie Expérimentale et Comparée, Université Paris 13 e ao Institute of Ecology and Environmental Sciences of Paris, onde realiza pesquisas com enfoque nas estratégias reprodutivas, estratégias defensivas, evolução, estrutura e função de glândulas e, principalmente, comunicação química de cupins.

O evento contará também com a participação de vários termitólogos brasileiros. Haverá premiações para os melhores trabalhos nas categorias pôster e apresentação oral e concurso de fotografias. Os participantes também podem se inscrever nos seguintes minicursos:

Acesse www.symtermes.ufv.br e saiba mais sobre o IV Simpósio de Termitologia.

Leia também: IV Simpósio de Termitologia terá abordagem multidisciplinar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>